Jornal diario
  • Grupo Oriental  

  • Grupo Central  

  • Grupo Ocidental  

PESQUISAR

RSS
Director: Pedro Botelho pedrobotelho@jornaldiario.com AÇORES traco QUARTA-FEIRA traco 18 DE OUTUBRO
Publicidade
Opinioes
Mais Opinões
Publicidade
Empresas Comunidade soliária
Portais Universos Blogs
Publicidade
IAC adere a comunidade de troca de livros
Cultura
Cultura

IAC adere a comunidade de troca de livros

Já é possível trocar livros na Terceira, através do sistema “<a style='color:blue;' href='http://www.bookcrossing.com'>Bookcrossing</a>”, acompanhando o seu percurso, mesmo após estes saírem das suas mãos.

O Instituto Açoriano da Cultura (IAC) aderiu ao “Bookcrossing”, uma comunidade mundial que se dedica à troca de livros. O conceito é simples; imagine que leu um livro, do qual gostou tanto, que decidiu partilhá-lo com outros leitores do mundo.

É esta a ideia fundamental do “BookCrossing”, um movimento que surgiu nos Estados Unidos da América em 2001 e que pode ser resumido como a prática de deixar um livro num local público, para que outros o encontrem, o leiam, o voltem a libertar e assim sucessivamente. De igual forma, é possível que o dono original do livro acompanhe o seu caminho pelo mundo, através de um simples “click” na internet. Como todos os livros recebem um código, quando entregues nas “official bookcrossing zones”, será possível saber se o livro doado foi parar a um país distante, por exemplo.

De acordo com os fundadores do site www.bookcrossing.com, o objectivo deste movimento é transformar o mundo numa biblioteca sem fronteiras. Neste momento a comunidade internacional do BookCrossing conta já com mais de 773 mil membros e mais cinco milhões de livros registados. Portugal aderiu a esta comunidade de leitores em Fevereiro de 2005 e conta actualmente com mais de 11.000 pessoas inscritas. É um dos 10 países do mundo com mais inscritos.

O IAC tornou-se agora na primeira “BookCrossing Zone” registada, nos Açores. Os interessados em aderir a este serviço poderão dirigir-se à sede do IAC, em Angra do Heroísmo, onde encontrarão já diversos livros disponíveis e onde poderão deixar um livro para ser registado e libertado. O horário de abertura ao público daquele estabelecimento é entre as 14h00 e as 18h00, de segunda a sexta-feira.

Para mais informações sobre o Bookcrossing, consulte o link.

JornalDiario

2009-05-29 13:00:00

Imprimir notícia